Online? Da certo? 

Como funciona?


Em qualquer atendimento é exigido uma postura do psicólogo diante de coisas fundamentais, como a ética em seu trabalho, o respeito pelo paciente, pelo contexto da sessão de terapia, pelo segredo profissional; o bom senso de saber que a terapia, seja qual for, não pode tudo, e que às vezes, é necessário também algum outro tipo de encaminhamento. Por esse motivo, não são todas as demandas que eu admito para psicoterapia online, alguns casos, na minha opinião precisam da presencial.

Passo a Passo para ficar facinho de entender:

1 . Agendamos um horário.

2 . Você então encontrará um lugar aonde consiga ter privacidade, usar fones de ouvido quando não se mora sozinho é bem recomendado. Muitas pessoas as vezes vão para parques, carros, ou áreas do condomínio que moram. 

3 . Eu te enviarei o link do Google Meet próximo do horário, ou ainda podemos fazer vídeo chamada pelo Whatsapp, Facetime ou Skype.  

O que a Psi acha?

Na época em que comecei a utilizar o atendimento online, eram permitidos apenas 20 sessões e não se tratava de psicoterapia, era mais como uma conselhamento.

 

Eram tão rigorosos que eu tive que fazer um site para ser aprovada pelo Conselho Federal de Psicologia.

 

Nessa época estudos sobre a eficácia da psicoterapia estavam sendo feitos, e em 2018, quando os resultados passaram mais de confiança, o Conselho Federal de Psicologia autorizou a psicoterapia online para psicólogos cadastrados no E-psi.

 

A psicoterapia online já vem sendo utilizada em diversos países, mostrando-se como mais uma possibilidade de acesso ao serviço de saúde mental. Assim, as sessões à distância flexibilizam o atendimento a pessoas impossibilitadas de comparecer ao consultório, por exemplo, na quarentena.

 

O que eu penso da psicoterapia online?

Eu gosto muito! Tenho alguns clientes que fazem tanto online tanto presencial, e confesso que algumas vezes a sessão online funciona melhor para alguns deles.

Logo quando iniciam, e ainda não estão muito confortáveis com a exposição da psicoterapia, se sentem mais confortáveis para falar o que os aflige, visto que estão em casa, em seu ambiente seguro.

 

Em estudo realizados por Pieta e Gomes (2014) alguns terapeutas relatam um nível alto de confiança e que assim muitos pacientes expõem com mais facilidade seus problemas, apresentando dessa forma uma postura mais desinibida comparada a terapia convencional. 

 

Além disso, você não precisa dar uma pausa na psicoterapia se tiver que viajar ou algo do tipo, visto que as sessões podem ser de qualquer lugar. Para quem trabalha viajando, ou para quem vai fazer aquela viagem estressante!